quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Números – A Rocha Ferida

Cristo na Bíblia Números – A Rocha Ferida Depois da nação de Israel ser organizada no Sinai (construção do Tabernáculo, instituição do sacerdócio, entrega da Lei e organização do exército), o povo de Deus levantou acampamento e foi em direção da terra da promessa. As diretrizes dadas por Deus foram observadas rigorosamente. As doze tribos de Israel marchavam sob as bandeiras de quatro tribos líderes (Judá, Rubem, Efraim e Dã). Quando acampados, o tabernáculo era instalado no centro e as tribos em volta. Quando da ordem divina para a caminhada o acampamento era desmontado e levado pelos levitas. Na caminhada, a arca da aliança ia à frente do exército. Sobre o povo de Deus, de dia estava uma nuvem e de noite uma coluna de fogo, para que o povo pudesse caminhar de dia e de noite, segundo a vontade de Deus. A nuvem e a coluna de fogo falam também de Cristo, uma como sombra e a outra como luz. A caminhada para Canaã durou trinta e nove anos, devido à incredulidade do povo quando se instalara em Cades Barnéia, próxima a fronteira de Canaã, no episodio do relatório dos doze espias. Na caminhada houve muitos problemas (murmurações, rebeliões contra Moisés, inclusive dos seus irmãos Miriã e Arão e, principalmente, através de Coré, Datã e Abirão, o episódio com o profeta adivinho Balaão, etc). Quando Israel saiu do Egito, depois da passagem do Mar Vermelho, o povo não tinha água para beber e Deus mandou Moisés ferir uma rocha e dela brotou água que dessedentou a sede do povo (Ex 17.1-7). Na caminhada para Canaã, após o tempo no Sinai, em determinado lugar, o povo não tinha o que beber e houve murmuração contra Moisés. Após buscar a orientação divina, Moisés, com raiva do povo, feriu a rocha e dela brotou água que saciou a sede deles. Por causa de sua desobediência, pois Deus mandara que ele falasse a rocha e não que a ferisse, ele perdeu a benção de entrar em Canaã. A rocha representava a Cristo e não deveria ser ferida duas vezes, pois Ele seria ferido uma única vez, na cruz. Paulo disse que Jesus era a rocha que dera água para saciar a sede espiritual do povo, e que o acompanhara na caminhada em demanda de Canaã (1 Co 10.4). Pr. Eudes Lopes Cavalcanti

Nenhum comentário: