quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Cura dum cego de Betsaida (8.22-26)

Reflexões no Evangelho de Marcos Cura dum cego de Betsaida (8.22-26) Nesse trecho do seu evangelho, Marcos trata de um milagre realizado pelo Senhor Jesus em Betsaida, aldeia da Galiléia donde Pedro e André seu irmão eram naturais. Marcos relata que Jesus estava nessa aldeia e trouxeram-lhe um cego e os que o levaram pediram que lhe tocasse nos olhos e o curasse. O texto diz que Jesus o tomou pela mão e o tirou da aldeia e cuspindo nos olhos do cego impõe-lhe as mãos. Jesus perguntou ao cego se via alguma coisa e ele respondeu dizendo que via os homens como árvores andantes, ou seja, recuperara a visão, mas ela estava embaçada. Jesus tornou a tocar com as mãos nos olhos do cego e ele ficou totalmente restabelecido, vendo ao longe tudo e distintamente. Depois Jesus o despediu e mandou que ele não entrasse na aldeia. Interessante observar que esse é o único milagre que o Senhor Jesus realizou em duas etapas. Jesus fez duas coisas: primeiro cuspiu nos olhos do cego e impôs-lhe as mãos; depois tornou a por as mãos nos olhos dele. Desse episódio se extrai o seguinte: 1) A necessidade de levar as pessoas carentes a conhecer a Jesus, pois Ele tem poder para solucionar os seus problemas; 2) Não se deve querer ensinar a Deus como fazer as coisas. Deus é soberano faz as suas maravilhas como quer; 3) Não se deve pensar que o Senhor Jesus naquele momento não estava com a plenitude do Seu poder e precisou de dar outro comando para que o milagre acontecesse. O que aconteceu foi uma manifestação de sua plena liberdade de fazer as coisas como queria. Pr. Eudes Lopes Cavalcanti

Nenhum comentário: