quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

O Cego de Jericó (Mc 10.46-52)

Reflexões no Evangelho de Marcos O Cego de Jericó (Mc 10.46-52) No texto em apreço, Marcos relata a cura de um cego em Jericó, uma cidade na região sul da Palestina. O evangelista relata que o fato aconteceu ao sair Jesus de Jericó. O texto diz que assentado à beira do caminho encontrava-se Bartimeu, um cego pedinte. Ele ao ouvir que era Jesus que passava começou a clamar, pedindo misericórdia a Ele: “Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim”. Marcos revela que os discípulos de Jesus mandaram que ele se calasse, mas ele continuava clamando. O clamou do cego chegou aos ouvidos de Jesus que parou e mandou que o trouxesse. É-nos dito no relato que, ao ser levado, alguém disse a Bartimeu: Tem bom ânimo, Levanta-te ele te chama. O cego tirou a capa que tinha sobre si e foi ter com Jesus. Em seguida, Jesus perguntou ao cego que queria que Ele lhe fizesse. E, prontamente, Bartimeu respondeu: Que eu veja. Graciosamente Jesus o abençoou, dizendo vai, a tua fé te salvou. E imediatamente recuperou a vista e foi seguindo a Jesus caminho a fora. Nesse texto podemos extrair algumas lições, senão vejamos: 1) Devemos aproveitar as oportunidades que Deus nos concede. Jesus passava e Bartimeu aproveitou para pedir misericórdia; 2) Infelizmente, existem aqueles que mesmo sem ter consciência do que estão fazendo põem empecilhos para que as almas não se cheguem a Cristo. Os discípulos de Jesus mandaram que o cego se calasse; 3) O poder da oração. Bartimeu clamou de toda a sua alma a Deus; 4) Deus sempre ouve a oração quando ela é feita com intensidade de coração. Jesus ouviu o clamou do cego e mandou que o trouxesse a sua presença; 5) A necessidade de se atender ao chamado divino. Bartimeu levantou-se e foi a Jesus; 6) Devemos pedir a Deus aquilo que é essencial. O cego queria ver e pediu isso; 7) O extraordinário poder de que Jesus é possuidor. Apenas com a sua palavra o cego foi curado; 8) A fé como instrumento de recepção das bênçãos de Deus. Jesus disse que a fé de Bartimeu o salvou; 9) Seguir a Jesus é o prazer de todo aquele que o conhece. Eudes Lopes Cavalcanti

Nenhum comentário: